“Focaccia” sem glúten e sem lactose

Postado por menusemgluten em 28/fev/2014 - Sem Comentários

Essa foi uma das primeiras receitas que fiz quando descobri a DC. Gostei muito do resultado. Não tinha postado ainda porque na época não tinha o blog e nem fotos.

Um tempinho atrás postei outra receita de focaccia, que ficou boa, mas não tanto como esta, pois a massa daquela ficou um pouco mole e a cobertura virou recheio… Já, nesta receita, a massa é mais encorpada e o recheio não afunda… fica mais parecido com uma focaccia.

Claro que o nome focaccia é apenas uma referência, devido ao formato e modo de utilizar os ingredientes.

A receita veio deste blog.

Ingredientes
Massa:

  • 3 ovos
  • 1/2 xícara de óleo
  • 200 ml de leite de coco
  • 200 g de fécula de batata
  • 3/4 de xícara de creme de arroz (ou farinha de arroz)
  • 1/4 de xícara de amido de milho
  • 1 colher (chá) de sal (ou a gosto)
  • Pimenta-do-reino a gosto
  • 1 colher (chá) de fermento em pó

Cobertura (sugestão):

  • 1 tomate sem sementes, em rodelas
  • 1 cebola (melhor se for roxa) pequena, em rodelas finas
  • Alecrim fresco a gosto
  • Azeitona picada a gosto
  • Nesta receita, coloquei coração de alcachofra em quartos (corte em metades e depois na metade)
  • Parmesão ralado
  • Fio de azeite de oliva extra-virgem

Preaqueça o forno em 180º. Separe uma assadeira (de média pra grande, mais ou menos 30x22cm) e forre-a com papel manteiga.

Bata no liquidificador todos os ingredientes da massa, com exceção do fermento. A massa fica um pouco pesada, é normal.

Na receita original, ela transfere a massa para uma tigela e só então incorpora o fermento. Eu bati todos os ingredientes, até que estes estejam bem incorporados e adicionei o fermento no final, apertando o pulse do liquidificador, apenas para misturar.

Despeje a massa na assadeira (se quiser dar um formato de pontas arredondadas basta movimentar a assadeira, deixando a massa espalhar) e distribua sobre ela os ingredientes da cobertura desejada.

Leve para assar por cerca de 40 minutos.

foc1

Esta receita é uma ótima dica para um jantarzinho rápido. Vale a pena testar.

O ideal é comer a focaccia quente, pois a massa fica úmida e gostosa. Quando esfria, a massa fica um pouco mais seca, mas é só aquecer um pouco para ela voltar à textura.

%d blogueiros gostam disto: