Cervejas sem glúten

Postado por menusemgluten em 20/maio/2015 - 2 Comentários

Cervejas sem glúten: conheça as disponíveis no Brasil

cervejas sem glúten

Olá, pessoal! Tudo bem?

Acho que muita gente ainda tem dúvidas sobre as cervejas sem glúten e sobre quais marcas temos disponíveis no Brasil. Por isso, achei legal fazer um post explicando tudinho.

As cervejas tradicionais são feitas à base de cevada, um cereal que contém glúten naturalmente presente em sua composição. Já a cerveja sem glúten ou cerveja gluten free, pode ser produzida de diferentes formas, seja à base de cevada mesmo, porém com um processo que elimina ou reduz a quantidade de glúten, ou então a partir de outros cereais livres dessa proteína, tais como o arroz, sorgo, trigo sarraceno, painço, etc.

As cervejas que vou falar abaixo são as que provei e aprovei. Algumas acho que não vale a pena mencionar, pois o sabor e qualidade deixam a desejar.

A primeira cerveja sem glúten que conheci foi a Daura Damm. De origem espanhola, contém menos de 3ppm de glúten, por isso, é apta para celíacos.daura

Cerveja tipo Lager, possui coloração dourada, amargor médio e espuma abundante.
Teor Alcoólico: 5,4%
Preço:  Entre R$17 e R$23 – 330ml)

lake side beer

Foi em uma viagem à Porto Alegre que conheci a primeira cerveja sem glúten brasileira, a Lake Side Beer.

Felizmente, agora já é possível encontrá-la em diversas cidades do Brasil.

A Lake Side Beer, através de um processo exclusivo de quebra das proteínas do glúten, produz de forma artesanal cervejas totalmente aptas para celíacos (menos de 6 ppm).

Teor Alcoólico: 4.5%
Preço: Razoável (entre R$14 e R$20) – depende do lugar
Ponto positivo: vem em garrafas de 600ml – a tipo Lager

Temos 3 tipos da Lake Side Beer no mercado: Lager, Malzebier e American Pale Ale. 20141119---Glutenberg-beer-ed

A cerveja canandense Glutenberg é uma das únicas que é 100% sem glúten, ou seja, é feita a partir de outros cereais, como painço, trigo sarraceno, castanhas e etc.  Também é a única que conheço que vem em lata de 473ml.

São 4 tipos: Pale Ale, Blonde, Red e India Pale.

Teor Alcoólico: depende do tipo  – Blonde 4.5% / Pale Ale 5.5% / Red 5,0% / India Pale 6,0%
Preço: Acima e  R$24)

MongozoPremiumPils

Foi o marido que encontrou a cerveja Mongozo em uma cervejaria em SP. Essa cerveja belga  é a primeira Lager do mundo produzida reunindo três características: orgânica, Fairtrade (comércio justo) e sem glúten. No paladar, é ligeiramente lupulada, com um amargor suave que faz dela uma cerveja de ótimo frescor e fácil de beber. Muito boa mesmo!

No Brasil só vi a  Pilsner para vender, mas na Europa há vários sabores exóticos: trigo sarraceno, banana, coco, manga, etc.

Teor Alcoólico: 5,0%
Preço:Acima e  R$23 – 330 ml

germania

Foi uma amiga que encontrou a cerveja brasileira sem glúten da Germânia.
Entrei em contato pessoalmente para me certificar de que o processo de produção era todo separado das demais cervejas. Possui menos de 5 ppm de glúten.

É a cerveja mais barata do mercado, custa cerca de R$5,00, 330 ml. O único problema é que só vende nas distribuidoras da Germânia. Nunca encontrei em supermercado.

Preço: Honesto (cerca de R$5,00 a unidade, mas só vendem nas distribuidoras. Não sei se a venda é apenas em grande quantidade)

grisette

Novidades têm aparecido no mercado. É o caso cerveja Grisette Blonde Gluten Free, produzida na Bélgica pela St. Feuillien.
A cerveja Grisette Blonde é uma cerveja clara, refrescante, com uma fermentação secundária na garrafa. Sua espuma é suave e branca, seu corpo claro e seu um amargor é intenso e destacado.

Teor alcóolico: 5.5%
Preço: Entre R$ 18,60 e R$23,00 – 250ml

cerveja

Outra opção que encontrei é a cerveja belga Brunehault. Esta cerveja é orgânica e sem glúten. Tem menos de 5 PPM de glúten.
Encontrei 4 tipos disponíveis: Witbier, Belgian Blond, Belgian Pale Ale e Belgian Tripel.
Comprei 3 para provar e amei a Witbier (pois adorava a cerveja de trigo…rsrs). Ainda irei provar a Tripel e a Pale Ale.

Teor alcóolico: 5%
Preço: Entre R$ 19,00 e R$26,00 – 330ml

cerveja TOOL

Uma supresa foi esta cerveja sem glúten dinamarquesa To Øl Reparationsbajer. Só vi para vender no restaurante Nai Food. A cerveja é do tipo forte escura. A cervejaria To Øl utiliza uma enzima para quebrar o glúten da cerveja, que é feita de malte, aveia, lúpulo e levedura.

Teor alcóolico: 5,8%
Preço: Entre R$ 20,00 e R$26,00 – 330ml

brewdog

A escocesa BrewDog também lançou uma cerveja sem glúten, a Vagabond Pale Ale. Feita com os maltes Extra Pale, Cara e Crystal, e os lúpulos americanos Centennial e Amarillo. Esta cerveja também passa por um processo de quebra do glúten.

É possível encontrar a Vagabond Pale Ale no BrewDog em SP.

Teor alcóolico: 4,5%capitu diadorim

A grande novidade em 2016 foi o lançamento da cerveja Capitu Diadorim.

A Capitu Diadorim sem glúten é uma Belgian Saison desenvolvida para paladares exigentes. A Diadorim sem glúten é uma cerveja com sabor intenso e notas frutadas. A receita leve e aromática possui como um de seus ingredientes principais a mandioquinha, naturalmente sem glúten, proporcionando à bebida um sabor sutil e aveludado e garantindo drinkability e muita refrescância.

A Capitu Diadorim sem glúten é feita com os ingredientes tradicionais como malte de cevada, lúpulo e levedura. A diferença está na técnica de quebra do glúten da cevada através de enzimas, durante o processo cervejeiro, garantindo que ela possa ser apreciada tanto pelos amantes da cerveja artesanal, quanto por aqueles que possuem alguma desordem relacionada ao glúten ou simplesmente optaram por retirar a proteína da dieta.

Esta cerveja é deliciosa! Perfeita para quem sentia falta de uma cerveja estilo belga artesanal!

Teor alcóolico: 5,3%
Preço: Entre R$ 15,00 e 18,00 – 310ml

Lançada em 2017, a cerveja UMA Le Manjue é o mais novo lançamento do chef Renato Caleffi.
A cerveja é tipo Blonde Ale artesanal, feita com maltes orgânicos, levedura belga e leve toque de capim limão.

Teor alcóolico: 4,7%
Preço: Entre R$ 15,00 e 18,00 – 310ml

Para quem for viajar para o exterior, há muitas opções boas! Encontrei uma reportagem com as dez melhores cervejas sem glúten. Olhem que legal:

gluten-free-beer-shootout-gear-patrol-lead-full-2

2 Comentários

  1. Francisco Giordano Neto disse:

    Olá, Carol. Muito legal seu site/blog, parabéns!
    Você já experimentou a cerveja sem glúten da Germânia? Ficou bem?
    Eu experimentei outro dia mas comi outras coisas suspeitas e acabei passando mal. Vou fazer novamente um teste isolado com essa cerveja mas queria ouvir alguma opinião de quem já tenha experimentado.
    Um abraço.
    Francisco.

    • menusemgluten disse:

      Oi Francisco! Td bem?
      Fico feliz que tenha gostado do blog! 😀
      Sobre a cerveja Germania, eu não passei mal. Mas eu não sou muito sensível a contaminação.
      Eu liguei para eles para saber sobre a produção, etc. eles me informaram q a cerveja é segura para celíacos. Mas, como a maioria das cervejas sem glúten, são feitas com ingredientes que têm glúten, passando por um processo que quebra a proteína, deixando a cerveja não toxica para celíacos, mta gente ainda assim se sente mal. Tem que ver a aceitação do seu organismo mesmo.
      Abs
      Carol

Deixe seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: