Pão sem glúten e sem lactose com Mix Pan da Schär e Kümmel – receita para Máquina de Pão

Postado por menusemgluten em 28/nov/2014 - Sem Comentários

IMG_3051

Eu nunca havia feito pão com o Mix Pan da Schar. Acho a farinha excelente e costumo fazer pizza com ela, mas é um tanto cara… Além disso, prefiro testar receitas que as pessoas possam reproduzir com ingredientes que têm em casa ou fáceis de substituir.

Ontem fui em uma loja que costumo comprar produtos sem glúten e a farinha estava em promoção. Resolvi comprar para fazer pão, já que a validade do produto esta próxima.

A inspiração para este pão veio do blog cozinhando sem glúten, mas eu modifiquei medidas e ingredientes, por isso, vou postar minha receita. Fico confusa com medida de copo (eu sempre uso medida padrão de xícara de chá para facilitar ou balança).

Ingredientes:

  • 1 sachê (10 g) de fermento biológico granulado instantâneo
  • 1 colher (sopa) de açúcar mascavo ou outro
  •  1 1/2 xícara (chá) de água morna
  •  300 g de Mix Pan Schär (a Gilda usa a medida de 2 1/2 copos de requeijão de 200g)
  •  1 colher (chá) de sal
  • 2 colheres (sopa) de farinha de linhaça
  • 1 colher (sopa) de farinha de aveia sem glúten (ou pode ser farinha de quinoa, de banana verde, de painço, teff, de arroz integral…)
  • 1 colher (sopa) flocos de amaranto (ou quinoa)
  •  1 colher (chá) de Kümmel (ou a gosto)
  • 2 ovos (gemas sem pele)
  • 1 colher (sopa) de vinagre de maçã
  • 3 colheres (sopa) de óleo (ou azeite de oliva)

Comece misturando o fermento, o açúcar e a água morna (use um recipiente pequeno). Misture bem para dissolver o fermento e deixe descansar por alguns minutos, até que forme uma espuma em cima. Eu sempre deixo fermentar dentro do micro-ondas.

Em uma vasilha, coloque todas farinhas, o sal e o Kümmel. Misture bem. Abra uma covinha no meio e coloque os ovos (peneirados), o vinagre, o óleo e a mistura de fermento já levedado. Mexa bem até obter uma massa lisa. Se ficar com gruminhos não tem problema, já que ainda vai para a máquina de pão.

Passe a massa para a forma da panificadora.

Acabei usando o ciclo sugerido pela Gilda, ultra-rápido, que na minha máquina demora 1h35m. Coloquei a cor da casca média. Eu sempre retiro a espátula de bater quando a máquina para de bater, para não ficar com o furo no meio do pão.
Assim que terminar o ciclo, desenforme e deixe esfriar em cima de uma gradinha.

Obs. quando desenformei o pão, achei que não estava totalmente assado. Por isso, levei para finalizar no forno, por uns 10 minutos.

A dica para ver se o pão esta assado é bater com o dedo indicador na casca, se fizer um som oco está pronto, se não, o ideal é assar mais um pouco.

%d blogueiros gostam disto: